Olá, SISters, como estão?

Aposto que sentiram falta dessa coluna… Eu, com certeza, senti muitas saudades de escrever sobre um dos meus assuntos favoritos: livros!

Aqui no Clube do Tobias sempre nos reunimos para conversar sobre livros incríveis e, claro, um dos nossos temas mais queridos é o amor. Nós somos românticas incuráveis.

Eu, especialmente, sou daquelas que ficam suspirando ao ler histórias de amor… Ahh, o amor! É impossível não pensar nele nesta semana tão especial que é a do Dia dos Namorados.

Se você é como eu, provavelmente não consegue evitar o shipp.

Faz parte do meu ser ver duas pessoas que poderiam dar certo e torcer para elas ficarem juntas, serem felizes para sempre, terem 211115 filhos… enfim. Basta um olhar, uma troca de palavras, e eu já estou shippando.

Eu tenho essa tendência, acho que sou um pouco Emma Woodhouse, heroína de Jane Austen, também conhecida como a shipper mais famosa da literatura.

Pensando nisso, decidi escolher o tema do meu texto de Dia dos Namorados com base nos meus shipps mais amados do universo literário. Tem sofrimento, mal-entendidos, brigas, intrigas… Leia sem medo, porque aqui tem o selo Tobias de Qualidade!

 

clube do tobias chá da semana

Agora é a hora de separar o seu chá de maçã com canela (um dos meus preferidos da vida) ou um quentão bem gostoso para esquentar os ossos enquanto lê as próximas linhas cheias de amor que escrevi!

Antes de começar devo avisar que a ordem é aleatória!

Shipp número 1 – Elizabeth Bennet e Mr. Fitzwilliam Darcy

os melhores shipps da literatura
Elizabeth Bennet e Mr. Darcy (Autor desconhecido)

 

Se você acompanha minha coluna, sabe que amo esse casal. E devo dizer, é impossível não shippá-los!

E o motivo é simples. Durante todo o filme Orgulho e Preconceito, acompanhamos os pensamentos de Elizabeth. Por isso, a princípio, temos certas implicâncias com Mr. Darcy, assim como ela. Mas, quando Elizabeth se dá conta de que está apaixonada por ele, nós simultaneamente já nos vemos shippando eles há eras!

E quando eles se casam, vemos o melhor final feliz que poderíamos desejar, pois uma personalidade complementa a outra.

Shipp número 2 –  Kostya e Kitty

os melhores shipps da literatura
Cena do filme Anna Karenina (2013).

 

Eu lhe disse que basta pouca coisa para eu shippar, e Kostya e Kitty de Anna Karenina são um exemplo disso! Eles não são o casal principal dessa obra de Tolstoi, mas com certeza são o mais exemplar. É um amor puro, despretensioso que vai crescendo com o passar das páginas.

Kitty é jovem e quase faz uma escolha errada, mas é salva de um casamento que seria apenas por atração física. Em Kostya ela descobre o que é o verdadeiro amor. Nós torcemos o tempo todo para que ela enxergue que somente Kostya é digno dessa afeição.

Shipp número 3 – Aragorn e Arwen

arwen and aragorn
Cena do filme O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (2001)

 

Apesar de romance não ser o foco principal de O Senhor do Anéis, Tolkien nos dá lições valiosas sobre amor (e também sobre shipp, se é que me entende). Isso porque nossos casais só vão ter um desenlace lá pelo final.

Aragorn e Arwen são, sem dúvida, o casal mais famoso do livro, e nós shippamos pelo fato de ser um amor impossível, pois ela é imortal, e ele um mero humano.

Apesar de vermos poucos momentos deles juntos durante a narrativa épica, todos eles são recheados de ternura e admiração. Aragorn não tem esperanças de ter Arwen com ele, no entanto, é surpreendido quando vê que, em um ato de coragem, ela abandona tudo por ele.

Se você não tem interesse em SdA, leia apenas os trechos desses dois e apaixone-se também por esse shipp.

Shipp número 4 – Jamie e Claire

claire and james fraser
Ah…essa montanha… Cena da primeira temporada da série Outlander (2014)

 

É o motivo de nós estarmos aqui. O casal mais shippável do universo, dentro e fora dos livros.

Apesar de o tempo de shipp não ser longo em A Viajante do Tempo, é tanta tensão sexual que, desde o momento em que JAMMF aparece, já estamos torcendo para que Claire e ele fiquem juntos.

São tantas nuances que nos encantam na relação de Claire e Jamie, que ela se torna mais real. E aqui fica uma lição para você, shipper irreparável: se for para ser, o seu shipp vai se concretizar. Não importa se vai demorar 2 meses ou 20 anos. Oremos!

Shipp número 5 – Tristão e Isolda

tristão e isolda
Tristão e Isolda por Edmund Blair Leighton (1902).

 

Eu menti para vocês, desculpem-me, nem sempre todos os shipps terminam no “felizes para sempre”. Quem me dera… Mas Tristão e Isolda é tão influente na literatura que não poderia deixá-los de lado.

Na primeira vez que tive contato com esta lenda celta sobre o amor, fiquei tão envolvida com a história, que não queria chegar ao seu fim trágico. Mas, por ser uma lenda, existem diversas versões dessa narrativa.

Entre elas, minha preferida é a do Ciclo Arturiano. Tristão é um cavaleiro da Távola que precisa levar a noiva do seu tio até ele e… acaba se apaixonando por ela. A linda e triste Isolda. Não quero contar o final, mas digo que torcia o tempo todo para que eles conseguissem, enfim, ficar juntos. E eles ficam, de certa forma.

Faixa Bônus, apenas para as shippers avançadas.

Dounia e Razumikin – Crime e Castigo

Ao primeiro contato de Dounia com Razumikin em Crime e Castigo eu pensei: “Eles vão ficar juntos!”, e, como sempre, acertei! O livro é denso, incrível e apresenta a redenção do irmão de Dounia (o protagonista Raskólnikov). Mesmo assim, todas as horas em que apareciam interações entre esse shipp, eu torcia MUITO por eles. Enfim, se você já leu esse livro e não prestou atenção nesse casal, vale a pena ler de novo.

Essa é a minha lista, e qual é a sua? Concorda comigo? Adicionaria outro ship? Me conte nos comentários!

 

 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Fechar Menu